2010-12-04

da própria pele

Duas estradas se bifurcaram no meio da minha vida,
Ouvi um sábio dizer.
Peguei a estrada menos usada.
E isso fez toda a diferença cada noite e cada dia.

Norman, Larry



Durante viagem repleta de imagens, a reviravolta adentra e, o livro das histórias surpreendentes, com taças sempre cheias imersam profundo a grande cabana datada em olhos. O dia em que sucedendo permissão à pena com embalar a partir do então, e encontrando-se nas bordas das partilhas em nuances de diálogos aquecidos, como estar atrelado no banho de uma seda; salpicados de bastante riso no quarto viril que comuns não entendem. Do princípio a boca de essência, e a memória enreda quando a chuva não vinha ou vinha cedo demais, e a vida falha como um material solar e ilhéu; a emoção com abandono à face que se agita em plena tempestade, numa maré vazante e a deixar olhos sombrios e sem vida. E de esgueirar-se pelo habitat, nome às coisas, com tatear pão e vinho, do linho palmo a palmo na pele quando transpirando o sopro bate devagar à porta. Os sinais de um bilhete deixado debaixo do travesseiro, com notas: - Olhar para dentro, o que olha-se longo tempo ? Da impressão que se vê a paisagem das ideias, as folhas nos movimentos para além do visível e experiência humana de tato diferencial. O porre letral da voz com demorar inexistente sobre os guardados dos pensamentos, enquanto as gavetas e malas desfeitas pelo grafar, a palavra elogiável faz janta com têmpero incomum e evidenciando manutenção do sentimento que senta ao lado da cama. Na parada silente do procures onde e, da escuta do som da língua do corpo, alma e espírito com jorrante conceito do rio das jóias despencando de uma cachoeira.

. canteiro pessoal

11 comentários:

Érica disse...

Olhar para dentro, pode não ser tão agradável, mas é irresistível... ainda mais quando o que vemos é uma tempestade de essenciais transformadas em palavras que tornam o nosso mundo (externo)mais suportável...

bjO
ótimo fim de semana!

Canteiro Pessoal disse...

Érica, letras de um recitativo a transportar mortais à busca dos dias em estado diferencial. Do simplesmente amplo da casa por coração defronte a preparação do recinto que arranca o ferido para o mergulho dos mergulhos, o que diz no notavelmente particular, de voz à vontade pelo dentreado da própria pele.

Abraços

Menino-Homem disse...

seu lugar é um recanto inebriado de luz, de tons, de fome de ser feliz...

uma curiosidade: tambem é da pedagogia como eu?

um beijo,
e te seguindo estou...

Fique com Deus!

do menino-homem

Uni ver sos disse...

Priscila,

Que bom vir aqui é tomar de suas palavras goles do saber sentido, embreagar-se da sinestesia emanada,
um raro prazer, sempre..

Lindo domingo prá vc, amiga!

Machado de Carlos disse...

É um grande prazer receber tua visita ao meu cantinho. Seja bem-vinda!

Salete Cattae disse...

Virei mais vezes. Suas palavras são maravilhosas e nada óbvias.Adorei.

bje e ótimo domingo para ti.

Canteiro Pessoal disse...

Menino-Homem, na área da educação, no setor da educação especial. Trabalho com os que estão no ensino regular (DM/TID), atendimentos 2 vezes por semana, 90 minutos, direcionado as atribuições das funções psicológicas.

Obrigada pelas gentis palavras, seu cantinho muito me agradou, com certeza pousarei por lá.

Abraços

Canteiro Pessoal disse...

Machado, foi um prazer visitar-te e recebê-lo ao jardim, voltei sempre, sinta-se à vontade.

----

Salete, volte quando quiser, e sinta-se amada preciosa.

Abraços queridos

Franck disse...

Que bom sua visita e comentário, tbém vindo aqui, mas não encontrei o ícone para seguidor (rsrsr), pq quero voltar sempre!
Claro, deixe seu email, será um prazer ter vc participando do sorteio!
Abçs e uma boa semana!

Canteiro Pessoal disse...

Franck, não coloquei o ícone, terá que ir em painel e adicionar-me (o link). E.mail enviado, agora na torcida para ganhar, e que delícia será se eu ganhar, um livro de Lispector é um presentão.

Abraços e volte sempre, que o laço seja consolidado.

Suzana Martins disse...

Um recanto de palavras que adentram a alma, fazendo morada!!

beijos linda!!