2011-05-07

espaço existencial


Suspiro eólico atribuído palavras,
e num retrato a liberdade faz marcas.
As asas do bem-estar.
Da alma a vivência do colo nu.
O deliciar-se pelo gosto -
toque da colheita em manto.
Ossada que toca por descobrir-se.

Canteiro Pessoal

4 comentários:

Celso Mendes disse...

Suas palavras percorrem os caminhos intrincados da mente para se redescobrirem.

gosto muito.

beijo.

paulo disse...

Palavras traduzem.
Sentimentos denotam.
Toques descobrem.
Espaços conquistam-se.

Abraço, Pri

Lis disse...

Intenso e poético .
toques , sabores ,palavras
a descobrir-se sempre .

abraços

Suzana Martins disse...

O deliciar-se traduzido em palavras que ultrapassam vontades...

Beijos linda