2011-06-26

licor



No presente das ondas vindas, olha-se no profundo jardim das horas; dentro da casa que abre o porão. Nas linhas o mistério da mente, que passa e entra como efeitos. A música do que fora ruptura para ser ouvido sob e sobre as nuvens. Com diferentes tons, só que, a prevalência das cores quentes. Valsa preludiada que toca os reflexos dos sentimentos - espelho da alma. Os peixes observados na voz do mar, e através do estimulante, a correnteza leve do rio doce, enquanto já não se esconde o rosto reticente e determinante em interrogações. Assim, da cor dos rubros vinhos, sentido na bruma do caminho, que pelo ar, o hálito perfumado, como flor desabrochada e ventos enigmáticos do íntimo, dos tempos, chamado aurora. Que num salão enfeitado, o interior transformado em floral, o pólo norte que intenta pintura de lua minguante, em páginas lidas e escritas no cárcere, o epílogo desenhado, faz o rasgo na mortalha do peito: embriaga !

Canteiro Pessoal

7 comentários:

Mila disse...

Essa viagem que fiz lendo teu texto foi tão intensa qnto a mensagem que passastes nele. Em um simples momento, ouvindo uma simples música, podemos ir além, muito além, vc nos faz ir além...
Bjsss

OutrosEncantos disse...

de facto: embriaga!

... e tonta de fascínio, saio cambaleante.

beijo, preciosa Pri.

Nilson Barcelli disse...

A tua escrita é estonteante... gosto muito.
Querida amiga Priscila, boa semana.
Beijo.

Paulo disse...

As crisálidas existem para isto. Permanecer o tempo certo, formar ideias, pensamentos,corpo e então sair, se mostrar e mostrar a que se veio, voar.
As borboletas metamorfoseam-se e seus casulos ficam para trás.

Abraço, Pri

Secreta disse...

Uma embriaguez única!

Dois Rios disse...

Texto inebriante!

"...o hálito perfumado, como flor desabrochada e ventos enigmáticos do íntimo, dos tempos chamado aurora..."

Lindo!

Grata pelas suas visitas silenciosas. Já conheço o seu blog de longas datas. Sempre que a "vejo" no Debaixo das Asas, venho ao teu "Canteiro" ainda que silenciosamente também.

Beijo,
Inês

A.S. disse...

O Meu beijO... e saudades!!!

AL