2012-04-08

a pele que habita

Haverá um lugar dentro,
E ao curso do fora,
Que para si a união dos corpos
Entre a palavra não dita
Com as inscrições dos ósculos
A oração desenhará o solar pelo ar;
Atos puros a trazer membros
Que darão a escrita virtude.
[O cheiro agarrar a atenção,
defronte ao sublime sacrifício da memória.]

Das flores do vestido,
E das camisas pólo
Com cores quentes que rememorará,
O aquecer-se em toques, e tempo,
Mais do que apenas a boca e o suor
Do tanto que se derreterá
Com inspiração e cultivo.

A vontade de desistir,
Apresentar-se-á com nova roupagem
Que a tal, maléfica,
Tenuamente faz adoecer olhares
Por razões que cospe,
E como nó de silêncio em pauta
Ao extremo íntimo do amar, afundar-se
Sem pincelar o desperdiço da proximidade,
Desarquivará as mãos da intensidade,
A forjar a linha dos braços,
Que no amplexo o retoque
Amaciará a frequência cardíaca
Quando a água encontrar o céu
E das almas as fará livres.

No vício da pena com açucares
Esperar volta à vida
As mãos que quebradas, espedaçadas,
Num banquete real que se inteira novamente,
Escrito nas estrelas que brilham acima
O mundo onde a ânsia dos versos,
Fé e amor vão se pertencer,
E será exatamente o suficiente.

O contorno das impossibilidades,
Edificadas, com o hálito do perfume divinal,
E a questão delicada posta à nudez,
Que fará na luz do reflexo,
Nas manhãs nascentes de coesão,
Não deparar-se com pressa;
Ao decifrador personificar a homogeneidade
Para encantar o ritmo do compasso,
Com a recriação dos sorrisos.

Canteiro Pessoal


3 comentários:

Marcus Henrick disse...

Pele castigada pelo SOL
Sinto queimando por fora
Gelo derretendo por dentro
e a água vasa na pele em suor e calor
Pois estou vivo
e esta Vida quero Abraçar os que encontrar no caminho..

Canteiro Pessoal disse...

Quanto tempo meu amigo! Muitas saudades!!! Sei que nossos horários, dificulta-nos aos diálogos. Mas, o tenho guardado em meu coração, e sempre a desejar o melhor pra ti e aos seus.

Abração!

Danilo Castro disse...

O amor não se contém em si mesmo. Exploda. =]