2012-07-01

A respiração é uma inspiração


Não fosse a pausa em ponta,
a Pausa Breve,
não haveria dança,
e existe apenas a dança.

T.S Eliot, Quatro quartetos



Escrever-te.
Reuni-lo em minhas frases
E epígrafes favoritas.
Manter-te em correspondências regulares
No lugar especial de complexidade,
Simplicidade, envolvimento e breves pausas.
E com a textura do tecido das suas mãos
Ser o perfume adocicado ou
O mais seco,
Com os desafios dos dias
Que revelam tão macios quanto à seda.

Canteiro Pessoal

Um comentário:

Nilson Barcelli disse...

Escreves como quem respira... e consigo cheirar o teu perfume poético nas palavras.
Gostei, mais um notável poema.
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.